Programa Guritiba oferece oficinas gratuitas sobre as raízes africanas e sua influência na sociedade atual

16/09/2021

Cred imagem - divulgação Guritiba

O Programa Guritiba – projeto cultural e social que tem como principal foco a democratização do acesso à arte para crianças, adolescentes, educadores e suas famílias-, apresenta a sua programação para o mês de setembro, trazendo oficinas gratuitas e espetáculos sobre as raízes africanas.

No dia 25 de setembro (sábado), ocorre a exibição online do “Karingana Ua Karingana! – Histórias de Africas”, pelo site oficial do Guritiba. O espetáculo aborda temas como escravização da população negra, diáspora, autoestima, representatividade e diversidade, por meio de técnicas de contação de histórias, danças de matrizes africanas, cantos e brincadeiras. Desenvolvido pelo Grupo Baquetá, a apresentação é adequada para todas as idades e tem o objetivo de promover ações antirracistas em contextos culturais, artísticos e educacionais, protegendo o patrimônio cultural imaterial e enfatizando a contribuição da população afrodescendente. Além do dia 25 de setembro, o espetáculo ainda será exibido nos dias 30 de outubro e 27 de novembro. Todo o conteúdo conta com acessibilidade em audiodescrição e libras.

No elenco de “Karingana Ua Karingana! – Histórias de Áfricas”, o arte-educador, palhaço e ator André Daniel; o percussionista e artista visual, Maycon Souza; e a atriz, cantora, musicista e agitadora cultura, Kamylla dos Santos.

OFICINAS ONLINE E GRATUITAS

Entre as oficinas a serem oferecidas no Programa Guritiba, está a “Danças Negras Urbanas”, que apresenta movimentos e ritmos de raízes africanas performadas no contexto urbano, como o Break Dance, o Funk, o Samba Reggae e o Passinho, com o objetivo de compreender suas origens e estimular a consciência corporal.

A oficina, que tem duração de 30min e é voltada a crianças e adolescentes, será ministrada por Kamylla dos Santos, atriz formada pela Escola Técnica da Universidade Federal do Paraná, musicoterapeuta pela Faculdade de Artes do Paraná e pesquisadora das relações étnico-raciais; e por Maycon Souza, produtor cultural e conhecedor do breakdance, já tendo participado da I Mostra de Cultura Afro da Praça Zumbi dos Palmares. As oficinas estão disponíveis no site oficial do Guritiba.

Outra oficina que promete agradar o publico jovem é a “Sankofa: a arte dos Adinkras em Stickers”. Combinando os tradicionais símbolos de Gana, os Adinkras, que representam conceitos e aforismos, com o Sticker Art, modalidade de arte urbana com etiquetas adesivas, a oficina tem o objetivo de aproximar o público dos ideogramas, apresentando aqueles que estão impressos em monumentos brasileiros, como o Sankofa. A história da Sticker Art na Arte Pós-Moderna, assim como sua trajetória no Brasil e na capital paranaense, também será apresentada.

“Sankofa: a arte dos Adinkras em Stickers” também contará com atividades práticas, em que os participantes produzirão seus próprios Adinkras artesanais para serem colados em seus objetos pessoais, e será ministrada pelo arte-educador Maykon Gueiros. As oficinas estão disponíveis no site oficial do Guritiba.

A programação do Guritiba também traz uma oficina online voltada aos educadores, trabalhando com informações que denunciam o racismo socialmente construído, abordando práticas em sala de aula, a trajetória biográfica de pessoas negras, e o papel da educação na superação do racismo e na construção de uma sociedade mais equitativa. A formação extra curricular para educadores será ministrada por Lucilene Aparecida Soares, e ocorre nos dias 14, 21, 27 e 28 de setembro. As inscrições podem ser feitas pelo site oficial.

O Programa Guritiba é uma realização do Governo Federal, por meio da Secretaria Especial da Cultura, apresentado pela New Holland Agriculture, Caterpillar e Banco CNH Industrial, com patrocínio da Fibracem e Novozymes, em parceria com o BRDE – Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, Laquila, Peróxidos do Brasil, Merco, Berneck e Schattdecor. Acompanhe o programa pelas redes sociais, pelo Facebook e Instagram @programa.guritiba ou pelo site www.programaguritiba.com.br. Toda programação conta com legendas e audiodescrições, como também programação com interpretes de Libras.