Você consegue ficar um dia sem reclamar?

21/01/2021

O livro "#UmDiaSemReclamar" propõe um desafio: passar um dia sem reclamar. Por meio das dificuldades em realizar a tarefa e da percepção da força do hábito, os autores Davi Lago e Marcelo Galuppo explicam o poder transformador da mudança de mentalidade.

De acordo com os autores, pelo menos três benefícios primordiais vêm na esteira da gratidão: ela estabelece vínculos de solidariedade entre aquele que recebeu um favor e aquele que o praticou; ela embeleza as pessoas, tornando-as mais atraentes; e, por fim, é fonte de felicidade, alterando o cérebro e afastando a depressão, melhorando o sono, estimulando relacionamentos amorosos e aumentando a imunidade.

“A gratidão, enfim, nos torna mais aceitáveis aos olhos dos seres humanos, mas nos torna também mais aceitáveis aos nossos próprios olhos, porque nos torna fortes. Reconhecer-se carente, vulnerável e dependente é abrir mão de toda soberba, é sobretudo reconhecer-se humano, permitindo que se estabeleçam vínculos de solidariedade entre nós. Conhecer a própria fraqueza é benéfico, reconhecer nossa dependência nos fortalece”

Sinalizando ainda quais os obstáculos que se impõem sobre os que se propõe a tornarem-se gratos, "#UmDiaSemReclamar" oferece um conjunto de exercícios práticos, insights e reflexões para o dia a dia dos que desejam se beneficiar dos frutos produzidos por dias mais gratos.

Confira a obra na Amazon.

SOBRE OS AUTORES

Davi Lago é mestre em Teoria do Direito pela Faculdade Mineira de Direito da PUC Minas. Ao lado de William Douglas, é autor do best-seller Formigas e autor de Brasil Polifônico. Colunista da revista Veja, autor do TED Talk Poliphonic Brazil, Davi é um formador de opinião contemporâneo que transita nas áreas de cultura, política, religião e ciências sociais, sendo uma das grandes vozes brasileiras sobre os temas.

Marcelo Galuppo é doutor em Filosofia do Direito pela UFMG. Atual presidente da Associação Brasileira de Filosofia do Direito e Filosofia Social (ABRAFI) e vice-presidente da Internationale Vereinigung für Rechtsund Sozialphilosophie (Associação Internacional para a Filosofia do Direito e a Filosofia Social). Desde 1994, é professor da Faculdade Mineira de Direito da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, onde foi coordenador do programa de pós-graduação em Direito entre 2009 e 2011. Desde 2010, é também professor da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais. Foi Visiting Fellow da Escola de Direito da Universidade de Baltimore.