CRÍTICA - 'IT: Capítulo Dois' - Aventura, terror e fortes emoções no confronto final com Pennywise

05/09/2019

Depois de dois anos desde o lançamento da sua primeira parte, o palhaço Pennywise está de volta em “IT: Capítulo Dois”, produção que mostra o desfecho do confronto entre a figura macabra e o clube dos perdedores.

Confira o trailer:

O longa, que continua com a direção de Andy Muschietti, chega aos cinemas nesta quinta-feira (5), e traz um elenco de peso para interpretar a fase adulta do grupo adolescente, com Jessica Shastain (Beverly), James McAvoy (Bill), Bill Harder (Richie), Isaiah Mustafa (Mike), James Ransome (Eddie), Jay Ryan (Ben) e Andy Bean (Stanley).

Na última terça-feira (3), o Stereo Pop foi convidado para conferir a pré-estreia da tão aguardada produção, que ocorreu no IMAX Cinemas, do Shopping Palladium, e contou com a realização do Espaço Z e da Warner Bros. Pictures Brasil.

**Spoiler Alert**

Apesar de ser uma história já conhecida por grande parte dos amantes do cinema e das obras de Stephen King, vale avisar que spoilers serão encontrados pela frente. Então, a sua própria conta está em risco, ok?

“IT: Capítulo Dois” se passa 27 anos depois dos acontecimentos da primeira parte, com o retorno do palhaço Pennywise (Bill Skarsgard) e sua busca por vítimas na cidade fictícia de Derry, Maine.

O longa de 2017 foi sucesso de público e crítica, arrecadando mais de US$700 milhões nas bilheterias de todo o mundo e se tornando o filme de terror com maior abertura da história do cinema. Foram US$266 milhões nas suas primeiras quatro semanas, superando o clássico "O Exorcista", que arrecadou US$232,9 milhões.

Andy Muschietti conseguiu manter o mesmo ar sombrio utilizado na produção anterior, porém com detalhes muito mais fieis ao livro original e tentando reproduzir quase todas as cenas presentes, o que não aconteceu na primeira parte. A sequência contou ainda com dicas diretas de Stephen King, que fez até uma participação especial.

Agora adultos, o grupo se vê obrigado a retornar ao local onde tudo foi iniciado, com o intuito de dar um fim de vez à criatura que causou grandes traumas durante suas infâncias. Apesar da idade avançada, os amigos mantêm um comportamento cíclico, mostrando como os acontecimentos do passado afetaram diretamente o emocional de cada um. Por exemplo, Beverly faz parte de um relacionamento tóxico, em que agressões são parte constante de sua vida, o que remete ao relacionamento doentio com o seu pai; a esposa de Eddie o trata como um filho, com uma superproteção conhecida da mãe do garoto; entre outros.

No decorrer das 2h40m de duração, aproximadamente, os jovens têm que encarar com os sustos sobrenaturais causados por Pennywise e com a perseguição do psicopata Henry Bower, interpretado por Teach Grant, que retorna com o intuito de tirar a vida de vez dos integrantes do Clube dos Perdedores.

Apesar de ser considerado terror, "IT: Capítulo Dois", possui um estilo que aposta na combinação do gênero aventura, horror, suspense e com uma certa pegada motivacional, em que o 'final com moral' está presente.

Destaque para a atuação impecável de Bill Skarsgard que consegue dar o tom assustador e a importância correta à criatura espacial, assim como Tim Curry o fez no telefilme da década de 1990.

Os sustos vão muito mais além dos típicos e ultrapassados jump scares, característica comum nos 'modern horrors', criando uma atmosfera sombria e que afeta o psicológico dos espectadores, dando ainda mas tensão à presença do palhaço e suas artimanhas macabras.

Por incrível que pareça, não temos nenhuma grande crítica ao longa, uma vez que ele termina a história de uma forma redonda e com as lacunas preenchidas.

NOTA: 9/10

Assista nos cinemas!!

Spin-off? - Em uma recente entrevista, o diretor comentou sobre a possibilidade da produção ganhar algum tipo de spin off, uma vez que Pennywise está no planeta há alguns milhões de anos e dando margem para contar histórias que se passam em anos anteriores aos das crianças de Derry.